31 de outubro de 2004



Bom dia!

A mudança da hora já me alterou os planos. Tenho dois filmes para ver, um livro para ler e muitos trabalhos a fazer. Mas como amanhã é feriado vou tirar um bocadinho para saborear os textos escritos neste blog duma amiga nossa: Madalena Santos.
Para além de lhe deixar um beijinho se ela passar por aqui, também tenho que agradecer a um dos melhores compinchas que eu tenho (hihi…) a gentileza de me ter indicado tal façanha.

Também não posso deixar passar em claro os dois miminhos que o meu amigo Orca e a minha Fada se dignaram ofertar-me. Passe a imodéstia, fiquei com o ego duma tal maneira que nem na porta do meu quarto já cabia. A minha gratidão fica assim expressa.


Este gif é para a Inês, que faz um ano com o seu Provérbios.




29 de outubro de 2004





Astérix é um pequeno gaulês criado por Goscinny e Uderzo.
A história passa-se no ano 50 antes de Cristo, quando toda a Gália estava ocupada pelos romanos. Toda...? Toda não! Uma pequena aldeia resiste ainda, e sempre, ao invasor: os Romanos.
Com a ajuda de uma poção mágica, inventada pelo druida Panoramix, que dá uma força sobre-humana a quem a bebe, os gauleses podem resistir aos invasores.
E ele faz hoje 45 anos!, na companhia do seu melhor amigo.



28 de outubro de 2004


(imagem Dinho)

Hoje descobri coisas giras.
Uma para os graúdos e outra para os “catraios”, como eles dizem.

E também:

Um portal Europeu sobre oportunidades de educação e formação.
Chama-se Ploteus e no site é possível encontrar informações desde o ensino primário até ao superior, ou mesmo a educação de adultos.

Escolas: racismo ou segurança?

Mas para fugir um bocadinho ao que estes espaços podem proporcionar gostaria de expor aqui uma coisa e que poucos de nós falam ou escrevem: a nova escola.
Para além da dificuldade que todos nós soubemos na colocação dos professores, a minha escola alterou significativamente o esquema a que eu estava habituada. Para pior.
A questão da segurança é uma delas. Alguns alunos novos são outra.

Estou numa cidade (Seixal) onde os problemas não são, ainda, graves.
Casos de droga são raros, felizmente. Os casos de grupinhos para roubar já começam a aparecer mas a gente junta-se e a coisa passa. Evita-se é ter o telemóvel à vista e não puxar de dinheiro na rua. Nunca fui incomodada, mas temos colegas novos de origens cigana e africana que se mostram um pouco agressivos e mandões. "Outras Culturas", é o que me dizem...

Eu tenho a minha opinião mas gostava de saber a vossa. Digo isto porque parece que as pessoas têm medo de falar nestas coisas. E nada melhor que prevenir do que remediar para não confundir racismo com segurança.
Que vos parece?

25 de outubro de 2004



Senta aí!

Então é assim: já vim da escola e agora tenho um bocadinho para tentar explicar umas coisas aos miúdos da minha idade.

Primeiro;
Este blog não é meu. É NOSSO!
E nunca desisti da ideia de que pudesse ser um espaço para escrever, ler, descobrir, perguntar, saber, protestar, atazanar ou divertir, para quem quisesse colaborar. É só pedirem-me a password.

Segundo;
Temos ao nosso alcance “ferramentas” que muita criança nem sonha que possa ser usada em nosso benefício: pesquisa, contactos, projectos, estudos.
Tudinho feito à mão para nosso bel-prazer e utilização.
E o que é que se passa? Ninguém liga patavina a essas coisas e prestamos atenção a coisas inúteis que nos desviam .
De que vale termos muitas amigas e muitos amigos professores, poetas ou escritores? De que vale termos escolas que querem a nossa participação e blogs onde podemos questionar, aprender e participar e que estão mesmo ali do lado direito?

Terceiro;
Ouvimos os nossos pais a dizerem mal de tudo. Ouvimos os outros a dizerem mal de quase todos e não fazemos mais por isso. Ainda não fui aos blogs todos da “nossa gente” mas, só para exemplo, calculo que alguns já tenham parado. Outros sentem-se isolados porque os adultos não lhes passam cartuxo.

Está aqui uma renovada oportunidade para se dar a volta à coisa. Vamos tentar ser mais amigos, mais próximos e mais participativos. A comunidade dos blogs dos miúdos portugueses não pode ser só fantasia. Nós existimos, pensamos, vivemos. E se a imagem das crianças que somos for a da apatia que raio de país virá a seguir?


Pensem nisso e... senta aí.

23 de outubro de 2004

13 de outubro de 2004

Por intermédio do meu avô descobri a Teacher que por sua vez nos dá a conhecer o Prof2000.



O que é o Prof2000, perguntam vocês?
É um programa de formação de professores à distância e de apoio às TIC nas escolas. Participam o Ministério da Educação/DREC, 90 Escolas de todo o País e 28 Centros de Formação.

Professores e alunos!, o que é que estão à espera para clicar aqui?

8 de outubro de 2004



Finalmente!

Tudo voltou à normalidade.
Já tenho os livros, os professores e as amigas. Falta-me acabar a XXI Seixalíada, visitar os amigos dos blogs e actualizar os meus. Depois é viver feliz um dia de cada vez.
(hihi…)

Beijinhos