17 de dezembro de 2005



Se as crianças pudessem votar

“Se as Crianças pudessem votar” foi o tema livre da nossa última aula. Foi giríssimo.
Primeiro, porque não percebemos nada de Política. Segundo, porque a maior parte da minha turma acha os políticos uns grandes mentirosos, hihi…
Por isso, foi engraçado comparar todas as respostas a um pequeno questionário que os nossos professores elaboraram.

Então é assim:

A maioria esmagadora da minha turma votava numa pessoa que fosse honesta.
A maior parte dos rapazes votava numa pessoa da esquerda mas um número elevado de raparigas votava no mais bonito.
Sobre a sabedoria de cada um, as opiniões dividiram-se. Uns acham que é melhor votar numa pessoa que saiba muito. Outros acharam que se deve dar a confiança a uma pessoa que tenha ideias novas.
Depois de mais algumas respostas interessantes fizemos um retrato robot sobre as qualidades que a nossa melhor escolha devia ter comparando-as com os candidatos que andamos a ver na televisão.
(hihi..., aqui é que foi giro.)
Nenhum deles merecia o nosso consenso a 100%.

Quer dizer, aprendemos muitas coisas sobre eleições e coisas assim, mas não está lá ninguém que se pareça com o retrato que fizemos.

Pode ser que apareça nas próximas!

2 comentários:

Anónimo disse...

Best regards from NY! » »

Anónimo disse...

Once you understand the game's primary arrangement, you can behaviour Texas confine 'em and ordered some of its variants. Texas Holdem is an easy plot to learn, only difficult to master. The "mastering" part is the costly somewhat by, requiring consider and practice. This website offers lots of articles and tools to seize you started on the studying. You can technic all you want for the sake freed in online poker rooms.